A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Mariana Kotscho e Roberta Manreza debatem a inclusão de jovens deficientes  no mercado de trabalho  

A inclusão no mercado de trabalho é um direito das pessoas com deficiência. De acordo com a lei, as empresas com cem ou mais empregados devem preencher de 2% a 5% dos seus cargos com reabilitados ou deficientes.  Porém, dos 44 milhões de deficientes que estão em idade ativa, 53,8% estão desocupados ou fora do mercado de trabalho. Ou seja, milhares de pessoas com necessidades especiais aguardam por uma oportunidade de colocação profissional.

Neste programa, vamos conhecer as histórias das mães Sandra, Emília e Rosien.

Sandra tem 3 filhos: Diego, João Vítor e Davi. O filho mais velho, Diego, foi diagnosticado com Distrofia Muscular e depende da cadeira de rodas para se locomover. Hoje, aos 19 anos, ele trabalha como auxiliar administrativo na Novartis.

Emília tem 3 filhos: Eduardo, Rodrigo e Fernando.  Eduardo é o mais novo e tem Síndrome de Down. Ela conta que parou de trabalhar para cuidar do filho, que sempre foi muito estudioso e um excelente aluno. Hoje, aos 29 anos, ele tem namorada e trabalha na Unimed Seguros no cargo de auxiliar administrativo, sendo sempre elogiado pela chefia e outros colegas. Emília também tem um neto de 3 anos, o Vítor, com Síndrome de Down.

Rosien é mãe da Cínthia e do Alex, e  tem a guarda do irmão Ronaldo, que tem deficiência intelectual.  Ela conta que levou Ronaldo para fazer cursos (marcenaria e tapeçaria) e acompanhamento e capacitação junto à APAE. Com isso, o rapaz evoluiu e ganhou autonomia. Hoje, aos 45 anos, ele é estoquista da loja interna da Colgate-Palmolive.

O programa conta também com os especialistas: Dr. Luiz Eduardo Amaral de Mendonça, advogado especialista em Lei de Cotas e Inclusão Social; Dra. Eugênia Augusta Gonzaga, Procuradora Regional da República; Cristina Masiero, coordenadora do SOE – Serviço de Orientação à Empregabilidade da AACD; Valquíria Ribeiro Barbosa, gerente do Serviço Sócio-assistencial da APAE/SP.

Nesta edição, o Papo de Mãe conta também com depoimentos exclusivos: Verônica Cobas, coordenadora de comunicação da Ong Escola da Gente, do Rio de Janeiro fala sobre acessibilidade. E diretamente do Programa Especial da TV Brasil, Fernanda Honorato, repórter, e a diretora Ângela Patrícia Reiniger, falam sobre inclusão.

Na reportagem de Fernanda de Luca, vamos conhecer a rotina de trabalho do Eduardo, que tem Síndrome de Down. Tem ainda um papo pelas ruas de São Paulo com Marcelo Zanini.

Abertura / encerramento:  Mariana Kunc Dantas, Vanira Kunc e Dudah Lopes.

Papo de Mãe é um programa imperdível e fundamental para quem vive as dores e as delícias da vida em família. Informal com informação. Emocionante. Interativo. E com muita prestação de serviço.

Apresentação: Mariana Kotscho e Roberta Manreza.

Portal: www.papodemae.com.br  Facebook: www.facebook.com/papodemaeoficial  Grupo: www.facebook.com/groups/programapapodemae  Twitter: www.twitter.com/papodemae Instagram: http://instagram.com/papodemaeoficial

mari e ro abresandra e filho trabalhoemilia e familiarosien e irma~ovalquirialuiz eduardoeugeniacristinafamilia rosienfernandaangelafamilia sandramarianafernanda e eduardovaniramarceloronaldomae e filhodudhageral 2

 

 

 

 


Tags: , , , ,