Dez dicas para seu filho dormir bem

Por Dra. Flavia Oliveira*, pediatra

 

O sono das crianças é um assunto muito discutido e cheio de dúvidas por parte dos pais. No pediatra é um dos assuntos mais discorridos durante a consulta.

Diante disso, a pediatra da Clinica MedPrimus Dra. Flavia Oliveira cita 10 dicas importantes para que os pequenos possam dormir bem.

 

  1. Não exponha seu filho a aparelhos eletrônicos (TV, IPad,celulares antes de dormir), esses aparelhos emitem uma luz azul, invisível aos nossos olhos, que diminui a produção da melatonina (hormônio do sono). Fator que influência principalmente após os 3 meses quando o bebê inicia a produção do hormônio (melatonina).
  2. Desde os primeiros dias de vida estabeleça um ritual de sono, o banho noturno ajuda muito. Nas primeiras semanas os bebês costumam não gostar, mas com o tempo eles se habituam e funciona como um relaxamento.
  3. Para seu pequeno embalar no sono da noite deixe-o dormir bem durante o dia, sonecas diurnas deixam o bebê mais relaxado e ajudam durante a noite. A maioria das pessoas acredita que manter o bebê acordado durante a tarde o deixará cansado e como consequência dormirá mais fácil à noite. Engano! Na verdade se o pequeno estiver muito cansado ele terá mais dificuldade para pegar no sono.
  4. O ciclo do sono dos bebês é menor em relação aos adultos e metade dele acontece de forma superficial, portanto é normal o bebê despertar com facilidade. Não “atenda” o bebê a cada pequeno resmungo, pois ele pode estar em um momento de transição para um novo ciclo de sono e desta maneira você vai atrapalhá-lo.
  5. Tente não criar situações de dependência para o bebê dormir, por exemplo, ficar andando e embalando. O bebê desde cedo faz associações de sono, e você precisará sempre destes artifícios.
  6. Tente seguir uma rotina durante o dia tanto em relação às sonecas quanto em relação à alimentação. Isso deixa o bebê mais seguro e tranquilo.
  7. O ambiente que a criança dorme deve estar totalmente escuro, com temperatura a agradável. Isso se relaciona ao conceito de higiene do sono, que nada mais é do que manter um ambiente apropriado ao sono sem fatores de interferência.
  8. A alimentação tem interferência no sono do bebê, durante o dia não o deixe ficar muitas horas sem mamar, um bebê saciado de dia dorme melhor a noite.
  9. Nos primeiros meses o bebê ainda tem a memória do ambiente intrauterino, por isso o chamado ruído branco (sons de cachoeira, mar) podem ajudar a acalmar o bebê. O ideal é desligar o som assim que ele relaxa e entra no sono profundo o que acontece entre 15 e 20 minutos após o bebe adormecer.
  10. Respeite a janela do sono do seu bebê, esse período engloba aqueles minutos que a criança tem mais facilidade em adormecer. Porém, muitas vezes os pais acabam interpretando os sinais de forma inadequada, pois a criança fica agitada e a tendência é achar que o mesmo não quer dormir. Essa janela pode se apresentar como um bocejo, o ato de coçar os olhos ou agitação corporal. Então assim que perceber algum desses sinais coloque a criança para dormir.

 

*Dra. Flavia de Oliveira:

Formada pela Universidade de medicina ABC com residência em pediatria e neonatologia na USP.  Atualmente atende na clínica da família localizada em Moema São Paulo, porém sua experiência na pediatria já tem 08 anos (consultório próprio). Dra Flavia é mãe de dois meninos que indiretamente a levaram para uma nova perspectiva sobre a visão materna. “Sempre tive um perfil de médica acolhedora, mas a maternidade com certeza me aproximou demais da realidade das mães dos meus pacientes. Sem dúvida me tornei uma pediatra melhor!” Conta Dra. Flavia de Oliveira.

 


Tags: , ,