Obesidade pode impedir sonho da gravidez

 

Por Dr. Joji Ueno*, ginecologista 

A importância do controle de peso para saúde fértil da mulher

 

A obesidade é um tema preocupante quando falamos da saúde fértil feminina. No mundo existem mais de 600 milhões de adultos obesos de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Cerca de 23% das mulheres em idade reprodutiva apresentam sobrepeso ou obesidade.

 

Estar acima do peso gera o aumento da produção insulínica, além das mudanças hormonais provocadas pelo excesso de gordura presente no organismo. Todas essas disfunções atingem diretamente o processo de ovulação e possível dificuldade para engravidar.

 

De acordo com o ginecologista, Dr. Joji Ueno, como exemplo pode ser mencionado as mulheres que sofrem da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) e consequentemente a ausência de ovulação provocada pela maior quantidade de hormônio masculino. “A obesidade é um fator tão prejudicial para a saúde fértil, quanto a síndrome dos Ovários Policísticos. Quando a mulher é considerada obesa já existe o comprometimento da fertilidade”, esclarece o especialista.

 

O médico ainda saliente que os filhos de obesas, tendem a ser obesos, desenvolver diabetes tipo II e doenças cardíacas quando adultos. Assim, as mulheres que pretender ter filhos devem ter cuidado redobrado com a saúde, alimentação e controle do peso.

 

*Dr. Joji Ueno – O ginecologista Dr. Joji Ueno é doutor em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), ex-Fellow do The Jones Instituto for reprodutível medicine Norfolk, Virgínia -EUA.Fundador e diretor da Clínica Gera, Leno também é autor da obra “Cirurgia Vídeo-Endoscópica em Ginecologia”, livro voltado para médicos ginecologistas. Responsável do Setor de vídeo-histeroscopia do hospital Sírio-libanês. Coordenador do curso de Pós-graduação Lato Sensu em Medicina Reprodutiva do IEP-GERA.

 


Tags: , ,