É seguro que crianças tomem regularmente melatonina para problemas de sono?

Por Dr. Moises Chencinski*, pediatra e homeopata

 

Existem mais riscos para crianças do que para adultos?

 

 

Há uma escassez de dados sobre a segurança da ingestão da melatonina, mas há uma série de preocupações potenciais, especialmente em relação às crianças. “Simplesmente não sabemos quais são os potenciais efeitos, da melatonina,  em longo prazo, particularmente quando falamos sobre crianças pequenas. Os pais realmente precisam entender que existem riscos potenciais”, afirma o pediatra e homeopata Moises Chencinski (CRM-SP 36.349).

 

A glândula pineal no cérebro aumenta a produção da melatonina hormonal à noite, à medida que a luz desaparece, para encorajar o sono, e diminui a produção no início da manhã. As formas sintéticas do hormônio são vendidas como suplemento dietético; a melatonina é encontrada em alguns alimentos, como cevada, azeitonas e nozes, e são reguladas como um suplemento nutricional em vez de um medicamento, como a maioria dos outros hormônios.

 

Em adultos, estudos concluem que a melatonina é eficaz para o jet lag e alguns distúrbios do sono. A substância é extremamente popular entre os pais das crianças com distúrbios do sono e entre aqueles com distúrbios de déficit de atenção ou autismo. “Está cada vez mais comum se deparar com uma família que medica a criança insone com melatonina”, diz Chencinski.

 

Embora o uso, em curto prazo, do hormônio seja geralmente considerado seguro, ele pode ter efeitos colaterais, incluindo dores de cabeça, tonturas e sonolência diurna, o que pode representar um risco, por exemplo, para os motoristas. A melatonina também pode interferir na pressão arterial,  no diabetes e nos medicamentos anticoagulantes.

 

No entanto, temos pouco conhecimento sobre os efeitos deste potente hormônio em crianças. Algumas pesquisas sugerem que, pelo menos em teoria, o hormônio pode ter efeitos no desenvolvimento dos sistemas reprodutivos, cardiovasculares, imunes e metabólicos.

 

Segundo Moises Chencinski, se você optar por fazer uso da melatonina, para si ou para seus filhos, faça isso sob a orientação de um profissional de saúde e compre a melatonina de uma fonte respeitável. “Um estudo publicado em novembro no Journal of Clinical Sleep Medicine descobriu que 71% das amostras de melatonina no mercado apresentavam  10% a mais do que a dose indicada, com alguns lotes contendo quase cinco vezes a dose listada”, alerta o médico.

 

*Dr. Moises Chencinski* é pediatra e homeopata.

http://www.drmoises.com.br

https://www.facebook.com/doutormoises.chencinski/


Tags: , , ,