SUPERANDO OS DESAFIOS DA VIDA – Por Solange Melo*

Solange Melo no Papo de Mãe
“Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!”. Esse é um trecho de uma música que fez muito sucesso e que retrata muito bem esse assunto. Em outra música, igualmente famosa do passado, um de seus trechos diz : “Ali onde eu chorei qualquer um chorava. Dar a volta por cima que eu dei, quero ver quem dava!”.
Recuperar-se de um tombo não é tarefa nada fácil, sabemos muito bem disso. Até porque na vida, há tombos e tombos! Evidente que, nessa hora, todos temos o direito de sofrer, chorar e ficar recluso por um tempo. Afinal de contas, ninguém tem sangue de barata. O que não devemos é ficar escravos das emoções negativas e engessados numa situação que nos fez sofrer.
Autoconhecimento:
Na realidade, a chave disso tudo é o conhecimento que temos de nós mesmos. Quem se conhece bem, tem como enfrentar as situações e sabe bem até onde pode ir e como ir até lá. Sabemos que uma vida feliz não é uma vida sem problemas, mas sim uma vida com problemas bem administrados.
Na Índia os mestres dizem que os problemas são os “despertadores” que tentam nos acordar para a vida. Sendo assim, dizem eles, “aproveitemos para acordar logo, antes que o próximo despertador faça ainda mais barulho”. Na realidade, o maior prejuízo que um problema pode trazer é o de não se aprender com a lição que ele traz.
Efeitos secundários benéficos dos problemas:
Uma pessoa que passa por uma experiência dolorosa pode despertar recursos internos e abrir portas para uma vida nova e mais expandida. Os tempos difíceis podem nos motivar a conquistar o melhor de nós mesmos. A escolha é sempre nossa: crescer ou resignar-se. Problemas, quem não os tem ? Eles fazem parte da vida e podem ser grandes aliados nossos, se nós permitirmos.
Atitudes positivas diante dos problemas:
1) Identificar qual exatamente é a dificuldade que se está enfrentando e quais as suas causas verdadeiras.
2) Assumir uma atitude racional e lógica diante da questão.
3) Procurar ouvir opinião de pessoas de confiança sobre o mesmo.
4) Ouvir a opinião de um profissional especializado (Psicólogo)
5) Pesar os prós e os contra das diversas alternativas de resolução do problema.
6) Parar de se lamuriar.
7) Agir de acordo com suas conclusões, sem ficar protelando pelo medo de se arrepender depois.
Em geral, temos a impressão de que não seremos capazes de reagir diante dos imprevistos da vida, em especial dos que se manifestam de forma ameaçadora. Mas quando decidimos agir de forma produtiva, percebemos que portas são abertas e opções surgem de maneira antes inimaginável.
As pessoas que nos cercam (amigos, familiares) são de extrema importância nos momentos de dor. É preciso buscar ajuda no outro e se permitir compartilhar medos e desafios. Quando dividimos a nossa dor ela, certamente, diminui de tamanho.
Passo a passo da superação de dificuldades:
1) Otimismo: bom humor é necessário nas adversidades. Acreditar que tudo vai dar certo é o primeiro passo para que isso de fato aconteça. Pensamento negativo só atrai fatos negativos.
2) Flexibilidade: aceite que vão existir altos e baixos. Nessa hora, o jogo de cintura é fundamental.
3) Legitimidade: reconheça o seu próprio valor e saiba que você é quem melhor pode se ajudar a enfrentar os problemas e sair deles.
4) União: conte sempre com a ajuda de quem te ama e em quem você confia de fato.
5) Humildade: reconheça a existência dos problemas e aprenda a maneira de agir diante deles.
6) Ação: renove sempre as suas energias, pois você vai precisar delas.
7) Liberdade: livre-se dos padrões de certo e errado.
8) Fé: determine um sentido espiritual para a sua vida, pois isso fará toda a diferença.
O que de fato é Resiliência?
Já sabemos que existem pessoas que reagem mais positivamente diante das dificuldades da vida, sendo mais resistentes aos problemas. Mas isso, convém avisar, não quer dizer que elas saiam ilesas das crises. O nome que se dá a isso é Resiliência.
Essas pessoas encaram as dificuldades como oportunidades de crescimento e fortalecimento interior. A ciência fala que elas correspondem a 20% da população mundial. Mas, afinal, o que determina isso? A curiosidade, a criatividade, o bom humor, a determinação, a coragem, o equilíbrio.
Recomendações importantes em situações de crise:
1) Avalie muito bem seus sentimentos e suas emoções. Tomar decisões é um exercício racional, mas o fator pessoal permite que você sinta que tomou a decisão certa.
2) Leve em conta seus valores e prioridades, sempre. Desta forma, você não comprometerá sua qualidade de vida a longo prazo para satisfazer um benefício momentâneo.
3) Pense sempre nas pessoas envolvidas nas suas decisões e como elas serão afetadas pelas mesmas.
4) Não espere resultados perfeitos, nem ter tudo sob controle.
5) Aceite, desde o início, as possibilidades de acertar e de errar, e pense sempre que aprendemos com qualquer resultado. Agindo assim, você evitará a vaidade com as conquistas e as frustrações com os fracassos.
Características das pessoas bem sucedidas:
1) Não esperam condições perfeitas para agirem.
2) Não desperdiçam muito tempo só pensando. Elas agem.
3) Usam a ação para combater o medo e adquirir confiança.
4) Pensam em termos do “agora”.
5) Planejam suas escolhas com antecedência e escolhem seus caminhos.
Conclusões finais:
Não devemos criar, procurar ou atrair problemas. Mas se eles estiverem na nossa vida, devemos canalizá-los sempre para o nosso aperfeiçoamento pessoal. Ou será sofrimento desperdiçado. O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho. As dificuldades da vida são como montanhas. Elas só se aplainam quando avançamos sobre elas.
***
Solange Melo. Psicóloga Psicanalista Psicoterapeuta de adultos, casais e famílias. Responsável pelo Gabinete de Psicologia em São Paulo.E-mail : gabinetedepsicologia@hotmail.com

Tags: