Método “charutinho” pode ser perigoso para o bebê

Por Dra. Maria Júlia Carvalho*, pediatra

Foto: Adriana Margotto

Prática aumenta o risco da Síndrome de Morte Súbita Infantil (SMSI)

Muitas mamães e papais têm o hábito de enrolar seus bebês em forma de um charutinho ou pacotinho na hora de dormir. Essa técnica pode ajudar a acalmar o bebê, mantê-lo aquecido, fazer com que ele chore menos e até tenha um sono mais tranquilo.

Porém estudos recentes provaram que o hábito de fazer um pacotinho com o bebê quando ele está dormindo aumenta o risco de acontecer a Síndrome de Morte Súbita Infantil, um mal que leva a criança ao óbito sem uma causa específica ser identificada.

Segundo a pediatra de São Paulo, Dra Maria Júlia Carvalho, colocar o bebê para deitar de lado ou de bruços enquanto está no formato charutinho é desaconselhável. “Essas posições não são recomendadas há algum tempo pois aumentam significativamente a síndrome da morte súbita no bebê”.

A médica explica também que a melhor posição para o bebê dormir é de barriga para cima, com as costas apoiadas em uma superfície firme. “Não utilizar travesseiros, evitar cobertores soltos, bichinhos de pelúcia no berço e não dividir a cama com o bebê também são fatos imprescindíveis para garantir um sono tranquilo e seguro”, finaliza a pediatra.

Dra. Maria Julia Carvalho é formada pela UNICAMP (2004-2009). Fez residência em pediatria pela Santa Casa de SP (2010-2012). E é especialista em oncohematologia infantil pela Santa Casa de São Paulo (2012-2014). Plantonista na unidade de internação do hospital infantil Sabara e na UPA do Einstein de Perdizes. facebook.com/dramajucarvalho

Papo de Mãe recomenda:

 

 

As novas recomendações para o sono seguro do bebê

 

 


Tags: , , , ,