Dicas para o seu filho dormir melhor e se desenvolver bem

Por Gabriella Oliveira*, especialista do sono infantil

 

A experiência de ter um filho é sem dúvida uma das mais maravilhosas que uma família pode ter, mas um filho que dorme mal traz sofrimento, principalmente porque os pais se sentem frustrados no novo papel.

Não é à toa que a dificuldade com o sono infantil é uma das maiores reclamações dos pais sobre o comportamento dos filhos nos consultórios pediátricos.

Mas vamos entender melhor como funciona o Sono.

O nosso organismo recupera durante o sono todo o desgaste físico e mental, além de efetivar tarefas essenciais para o seu bom funcionamento. Uma noite mal dormida prejudica a coordenação motora e a capacidade de raciocínio.

Num ciclo de 24horas o processo de sono é comandado por um relógio biológico, e o seu desenvolvimento depende de alguns fatores externos, como: ambiente do sono, alimentação, hábitos saudáveis, rotina social, entre outros.

Durante o ciclo de sono secretamos importantes hormônios, dentre eles: a Melatonina (hormônio regulador do sono) e o GH (hormônio responsável pelo crescimento e desenvolvimento).

Parece um bicho de sete cabeças, mas é muito fácil entender a função de cada um deles.

A Melatonina é a peça-chave dessa sincronia, pois é um neuro-hormônio, produzido por uma pequena glândula que fica atrás dos olhos, responsável pela regulação do sono. Essa glândula não é bem desenvolvida em bebês e isso faz com que a sua melatonina seja produzida de forma irregular.

O que auxilia a regulação? Rotina e bons hábitos.

Como fazer?

Por volta das 19h-20h, a produção de melatonina sobe e a adrenalina desce. Esse é o horário em que é mais fácil a criança dormir.

Na infância cerca de 90% do hormônio do crescimento são liberados durante o sono. Criança que possui dificuldade para dormir, têm mais chance de ter problemas no seu desenvolvimento físico.

O hormônio GH é responsável não só pelo crescimento da criança, mas também ajuda a manter o tônus muscular, evita o acúmulo de gordura e a fragilidade dos ossos, dando mais disposição.

Por isso reforço que o sono de qualidade está associado a hábitos saudáveis durante o dia e a noite.

Toda mudança de hábito é desconfortável, por isso o bebê/criança pode sentir desconfortos nos primeiros dias da nova rotina.

O importante é não deixar o bebê chorando sozinho, afinal ele não tem maturidade para entender que a mamãe ou o papai está no quarto ao lado. Os pais devem repetir os novos hábitos várias vezes, por vários dias, até que ele entenda o novo processo.

 

Como estabelecer hábitos saudáveis para bebês e crianças a partir do 4º mês de vida?

  • Organize o dia do bebê, organizar os horários das sonecas e sono noturno é primordial.
  • Corrigir a hora de dormir, bebês/crianças que dormem antes das 20h mantém o sono mais efetivo e restaurador.
  • Diminuir atividade antes do sono noturno, diminuir as luzes da casa, desligar televisão, realizar atividades tranquilas – banho, massagem, contar histórias ou música.
  • Objetos de apego, naninhas aconchegantes e fofinhas podem ajudá-los na hora de dormir. Lembrando sempre a questão da segurança, não podem ter partes pequenas.

 

É muito importante que os pais tenham em mente que a rotina não é cansativa ou desnecessária. Ela é muito importante para as crianças! Ter prazos e horários estabelecidos trazem tranquilidade e confiança para os pequenos, fazendo com que eles não se sintam tão ansiosos.

A partir daí é ter disciplina e certamente toda a família colherá bons frutos.

 

*Gabriella Oliveira é Consultora Materna e Especialista do Sono Infantil

www.gabriellaoliveira.com.br

Papo de Mãe recomenda: 


Tags: , , ,