Grávidas e carnaval: dicas de segurança

 

Por Dra. Carla Iaconelli, especialista em reprodução humana

 

O pique da cantora Ivete Sangalo está inspirando muitas gravidinhas, inclusive nesta época de folia no Brasil todo. Mas não são todas as mulheres, neste estado especial, que têm o preparo físico da artista, não é mesmo? A Dra Carla Iaconelli, especialista em reprodução humana, atenta as necessidades de suas pacientes elencou alguns alertas para que as futuras mamães não deixem de curtir o Carnaval 2018. Afinal, gravidez não é doença: é vida, é celebração e alegria!

Confira a dica da ginecologista:

– Não ingerir bebidas alcoólicas e cigarro – inclusive em toda etapa da gestação, se possível por toda vida;

– Durante a folia, beber água, sucos naturais , pois a hidratação é fundamental. O ideal é ingerir dois litros de água por dia.

– Evitar lugares aglomerados,  pois o calor e a multidão podem desencadear mal estar nas gestantes.

– Se a gravidinha participar de blocos de rua, não se esqueça de passar proteção solar e usar chapéu para proteção.

– Usar salto muito alto para dançar está proibido.  Sim, apesar de ficarem elegantes, as futuras mães pode perder o equilíbrio e correr o risco de uma queda. Preferira sapatilhas ou tênis mais confortáveis.

–  Não ingerir comida de rua. Carne mal passada, crua de vaca ou porco, podem transmitir toxoplasmose. As saladas mal lavadas também transmitem uma série de bactérias e vermes. Evitar qualquer alimento que possa causar intoxicação.

“A gestante deve se alimentar a cada três horas. Então, leve um lanchinho saudável de casa e curta a folia”, finaliza a especialista em medicina reprodutiva.

 

 


Tags: ,