“De olho na infância” para prevenção de acidentes

Por Criança Segura*, 
Os acidentes são hoje a principal causa de morte de crianças e adolescentes de um a 14 anos no Brasil.

Infográfico: 90% dos acidentes podem ser evitados com medidas preventivas.Por isso é tão importante que pais, familiares, responsáveis e cuidadores de crianças e adolescentes se informem sobre o assunto, estejam sempre atentos e adotem comportamentos seguros em seu dia a dia.

 

Criança Segura lança campanha “De olho na infância” com o objetivo de conscientizar sobre a importância da prevenção de acidentes 
A Criança Segura lançou sua mais nova campanha de conscientização para prevenção de acidentes com crianças e adolescentes, intitulada “De olho na infância – Unidos pelo desenvolvimento seguro das crianças”. Os objetivos dessa ação são mobilizar organizações da sociedade civil, disseminar dicas de segurança para familiares e responsáveis por meninas e meninos de zero a 14 anos e contribuir com a diminuição do número de mortes e internações da população dessa faixa etária no estado de São Paulo por motivos acidentais.
Para essa ação, foram criados 9 vídeos educativos e 8 modelos de folhetos e cartazes que abordam os seguintes temas: Criança Segura; Cuidados com o bebê; Escola segura; Férias seguras; Criança e mobilidade; Casa segura; Brincar; Bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação.
Para conferir todos os materiais, acesse o site: www.criancasegura.org.br/deolhonainfancia
Além da campanha de comunicação, a organização realizará a distribuição de 500 kits com os materiais educativos para organizações de educação, saúde, assistência social, trânsito e outras áreas que atuem diretamente com o atendimento de crianças e adolescentes no estado de São Paulo – unidade federativa que concentra 20% de toda a população de zero a 14 anos do país.
Os acidentes são hoje a causa número um de morte de meninas e meninos de um a 14 anos no Brasil. Todos os dias, 10 crianças perdem a vida no país devido a algum tipo de acidente.
Em 2016, 3,7 mil crianças e adolescentes brasileiros de zero a 14 anos morreram e outros 115 mil foram internados por motivos acidentais, segundo dados do Ministério da Saúde. Somente no estado de São Paulo, no mesmo ano, os óbitos por acidentes da população dessa faixa etária somaram 521 casos e as hospitalizações chegaram a mais de 20 mil.
Porém, estudos indicam que 90% desses óbitos poderiam ser evitados com medidas simples de prevenção, como a adoção de comportamentos seguros, mudanças no ambiente ou uso de equipamentos de segurança.
“A sensibilização para a prevenção é a melhor forma de evitar que muitos desses acidentes com consequências fatais ocorram. Por meio dessa campanha, a Criança Segura espera contribuir com a redução do número de mortes e internações por motivos acidentais de meninas e meninos de até 14 anos no estado de São Paulo”, comenta Gabriela Guida de Freitas, gerente executiva da Criança Segura.
Essa campanha faz parte do projeto “Campanha Criança Segura de Prevenção a Acidentes”, patrocinado pelo Condeca (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente), com incentivo do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre e Dow.
*A Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.
Para cumprir sua missão, desenvolve ações de Políticas Públicas – incentivo ao debate e participação nas discussões sobre leis ligadas à criança, objetivando inserir a causa na agenda e orçamento público; Comunicação – geração de informação e desenvolvimento de campanhas de mídia para alertar e conscientizar a sociedade sobre a causa e Mobilização – cursos à distância, oficinas presenciais e sistematização de conteúdos para potenciais multiplicadores, como profissionais de educação, saúde, trânsito e outros ligados à infância, promovendo a adoção de comportamentos seguros.