Dança e outras dicas que auxiliam no trabalho de parto

Por Dr. Mário Maroto Kondo, obstetra

 

 

Obstetra da Pro Matre Paulista, Mário Macoto Kondo, fala sobre práticas que podem ajudar durante o trabalho de parto e parto

 

Bem no final da gestação, é normal que a mulher se sinta mais cansada e desconfortável, principalmente para caminhar, respirar e dormir. A partir da 37º semana de gestação pode acontecer o trabalho de parto que tem duração variável de acordo com a paridade. Para auxiliar a mulher nesta etapa, existem vários exercícios, além da dança, que visam melhorar a postura da gestante, minimizar a dor e diminuir a ansiedade com melhora da autoestima.

 

Segundo o obstetra Mário Macoto Kondo, da Pro Matre Paulista, os exercícios, realizados da forma mais adequada possível, fazem com que o trabalho de parto ocorra tranquilamente. “Com isso, o processo tem menos dor e estresse. É uma forma lúdica de envolver a gestante em um momento tão importante da vida dela e isso traz benefícios para a mãe e o bebê. Cada gestante pode escolher algum exercício que seja adequado ao seu perfil”.

 

No trabalho de parto, é imprescindível prezar pela segurança da mãe e do bebê e manter a gestante sob cuidados de uma equipe multiprofissional. Confira abaixo algumas sugestões de exercícios do obstetra:

 

1-  Dança: as grávidas que praticam os exercícios de dança podem alongar grupos musculares e relaxar outros, movimentar o quadril para ajudar na descida do bebê, treinar respiração (inspirar e expirar). A técnica lúdica provoca relaxamento na gestante, porém, é importante não exagerar nos passos e não fazer esforços brutos e desnecessários.

2-  Bola de pilates: apesar de ser uma das ferramentas mais básicas para quem deseja ter um parto normal, os movimentos sobre a bola devem  ser orientados para cada período do parto.

 

3-  Agachamento: a técnica é ótima ajuda no encaixe do bebê para que a dilatação aconteça com mais rapidez.

 

3- Música ambiente: quem não é muito fã da dança, pode optar pela música ambiente que por ser mais amena, tira a ansiedade e deixa a gestante mais calma.

 

4- Banheira: outro método que causa relaxamento, concentração e minimiza os desconfortos do parto é utilizar a banheira com água morna.

 

5-  Caminhada: é ótimo para melhorar a circulação, mesmo que a gestante caminhe em um pequeno espaço, a atividade ajuda a empurrar o bebê em direção ao canal vaginal, devido à movimentação do corpo da gestante.

 

6-  “Cavalinho”: aparelho comum utilizado nas maternidades ajuda no relaxamento, na descida e aumento da dilatação e na diminuição da dor.

 

 

 

 

Maternidade Pro Matre Paulista: Com 80 anos de tradição, a Maternidade Pro Matre Paulista é referência em neonatologia, gestações múltiplas e de alto risco, bem como em saúde integral da mulher. Desde 2000, a instituição é parte do Grupo Santa Joana, maior conglomerado privado de maternidades da América Latina. UTIs Neonatal e Adulta, especializadas e apoiadas em profissionais qualificados e recursos tecnológicos de ponta integram alguns principais atributos da Pro Matre Paulista. A Maternidade é certificada pela Joint Commission International (JCI), o mais importante órgão certificador do mundo. Outro importante reflexo da valorização à humanização é o Espaço Vida da maternidade, um ambiente acolhedor que permite a integração entre família e a gestante no momento do parto.

http://www.promatresp.com.br/.


Tags: ,