Espirros, coriza e coceiras no nariz: sintomas das alergias do Outono

 

 

 

 

 

 

 

Por ASBAI*, 

A previsão do tempo já alertou que as chuvas tendem a diminuir com a chegada do Outono e a secura do ar pode ser sinônimo de problemas alérgicos, sendo rinite e asma as doenças mais comuns nessa época do ano. Isso porque o ar seco e frio age nas vias respiratórias como um irritante e, no caso das alergias, as vias aéreas que já estão inflamadas, ao entrar em contato com o ar seco e frio, manifestam sintomas respiratórios.

Espirros, coriza, obstrução nasal, coceiras no nariz, ouvido, garganta, tosse e falta de ar são os principais sintomas. O Dr. Clovis Galvão, membro do Departamento Científico de Alérgenos da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), explica que o tratamento geralmente indicado é baseado em anti-histamínicos com ou sem descongestionantes, broncodilatadores e corticoides. “Porém todos têm efeitos colaterais em potencial, de forma que desaconselhamos a automedicação e recomendamos sempre consultar o médico especialista quando houver suspeita de alergia”, alerta o especialista da ASBAI.

Para prevenir as alergias do Outono, recomenda-se evitar locais fechados, grandes aglomerações, lavar a mão com frequência ou usar o álcool, vacinar-se contra a gripe e fazer o controle ambiental.

 

*A ASBAI, Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1972. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cuja missão é promover a educação médica continuada e a difusão de conhecimentos na área de Alergia e Imunologia, fortalecer o exercício profissional com excelência da especialidade de Alergia e Imunologia nas esferas pública e privada e divulgar para a sociedade a importância da prevenção e tratamento de doenças alérgicas e imunodeficiências. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 estados brasileiros.