Mesmo em casa, natureza pode ser aliada no entretenimento das crianças

Por Rede de Especialistas*, 

Confira 10 atividades que garantem a diversão e ainda ajudam a conscientizar os pequenos sobre os cuidados com o meio ambiente


Crédito Imagem: TempoJunto

 

Em um cenário de confinamento social, o que vem sendo intensamente recomendado para evitar a disseminação do novo coronavírus, viver em quarentena pode ser desafiador, especialmente para quem tem criança em casa. Os pais buscam entreter os pequenos, mas nem sempre é possível acompanhar o ritmo, ainda mais quando não há a possibilidade de levá-los a espaços públicos, como parques, cinemas ou centros culturais.

Para a professora titular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza (RECN), Márcia Marques, mesmo dentro de casa é possível trazer entretenimento para as crianças, aproximando-as da natureza e propondo atividades saudáveis.

A especialista em Conservação e Ecologia conta que, com pequenas práticas e brincadeiras, além de entretê-los, é possível abordar cuidados diários que podemos ter com o meio ambiente, mesmo dentro de casa. “São sementes que podemos colocar no imaginário, ajudando a criar memórias afetivas nas crianças, que vão crescer com essas lições de conservação ensinadas pelos pais.” A realidade urbana pode apresentar inúmeras possibilidades, confira algumas delas:

 

Acampamento: A ideia pode ser feita no quintal ou na sala. No último caso, você pode criar um cenário de floresta, utilizando vasos com plantas para ajudar a aflorar a criatividade dos pequenos.

 

Piquenique: Aproveite o cenário do acampamento e proponha um mini piquenique. Separe uma toalha colorida, uma cestinha e coloque dentro frutas, sucos naturais, biscoitos e alimentos novos que as crianças possam experimentar.

 

Caça ao tesouro sensorial: Outra brincadeira simples que pode estimular ainda mais a curiosidade e aproximação da criança com a natureza é a caça ao tesouro sensorial. Para esta brincadeira, selecione cinco ou mais elementos com texturas diferentes: liso, aveludado, áspero ou macio. Para isso, você pode usar folhas, flores e outras plantas.

 

Mini-horta: Quem nunca plantou um feijão no algodão? Uma das formas de incentivar a alimentação saudável e prender a atenção dos pequenos para os cuidados com a natureza é construir uma mini-horta dentro de casa. Ela pode ser feita na varanda, no quintal ou na cozinha, adaptando um espaço para pequenos vasos. Com a mini-horta, é possível ensiná-los a cuidar de cada espécie, seja plantando frutas, legumes, verduras ou ervas, além de estimular a alimentação saudável com produtos naturais plantados e colhidos pela família.

 

Pulseira viva: No quintal ou na varanda, podemos encontrar alguns elementos da natureza, como folhas, flores, sementes e pedrinhas. Usando uma fita adesiva, cola e esses elementos, é possível deixar a criatividade fluir com a brincadeira da pulseira viva.

 

Cozinhar: Outra forma de estimular a alimentação saudável e o consumo de produtos naturais é estimular que o seu filho cozinhe com você. É possível fazer lanches simples, como uma salada de frutas, que o ajudará a descobrir novos sabores e ter hábitos mais saudáveis.

 

Teia de aranha: Também utilizando uma fita adesiva, desenhe e construa uma teia de aranha em uma das paredes ou na porta de casa. Depois, reúna objetos leves que possam ser arremessados e que se fixem com facilidade na fita, como bolinhas de algodão, sementes, bolinhas de papel reciclado etc.

 

Caça às cores: Simples, esta brincadeira ajuda as crianças a identificarem e aprenderem novas cores ao seu redor. Procure opções variadas em plantas, alimentos ou bichinhos com diferentes cores dentro de casa. Eles podem se surpreender com a diversidade que existe na natureza.

 

Brinquedos de sucata: Quando falamos sobre conhecer e proteger a natureza, uma das formas de incentivar o cuidado é ensinar sobre a importância da reciclagem e da reutilização. Aproveitando embalagens vazias, caixas e objetos quebrados é possível estimular a criatividade das crianças montando brinquedos ou novos objetos associados a elementos naturais, como animais, pedras e plantas.

 

Mímica animal: Ensine aos pequenos as principais características dos animais de cada ecossistema, como as espécies aquáticas, as que vivem nas florestas ou nos desertos. Às crianças, caberá a missão de imitar um animal de cada ambiente. Impossível não se entreter e gargalhar com as imitações que podem surgir.

 

*Sobre a Rede de Especialistas

A Rede de Especialistas em Conservação da Natureza reúne cerca de 80 profissionais de todas as regiões do Brasil e alguns do exterior que trazem ao trabalho que desenvolvem a importância da conservação da natureza e da proteção da biodiversidade. São juristas, urbanistas, biólogos, engenheiros, ambientalistas, cientistas, professores universitários – de referência nacional e internacional – que se voluntariaram para serem porta-vozes da natureza, dando entrevistas, trazendo novas perspectivas, gerando conteúdo e enriquecendo informações de reportagens das mais diversas editorias. Criada em 2014, a Rede é uma iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Os pronunciamentos e artigos dos membros da Rede refletem exclusivamente a opinião dos respectivos autores. Acesse o Guia de Fontes em http://www.fundacaogrupoboticario.org.br