Meu filho não está bem: E agora?

Por Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP),  

As autoridades da saúde já sinalizaram que o momento agora é evitarmos os hospitais, por conta da pandemia da Covid-19. Mas e quando a criança se sente mal? Como os pais devem proceder e em que momento a ida ao pronto socorro é imprescindível? 
A Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) faz alguns alertas importantes sobre como os pais devem proceder, nesse momento de pandemia, quando a criança não estiver se sentindo bem. “Nesse momento de pandemia, quando a criança apresentar algum sintoma, o ideal é procurar primeiramente seu pediatra. Se não for possível, alguns hospitais em São Paulo, por exemplo, têm adotado esquema diferenciado para triagem dos pacientes, de modo a separar casos suspeitos de covid-19, sem contato com casos não respiratórios”, afirma Sulim Abramovici, presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP).
Como a ida a um hospital sempre representa um risco, já que é um ambiente onde circulam pessoas com doenças respiratórias transmissíveis, é possível ainda usar a telemedicina, que ajuda as famílias a evitar idas desnecessárias ao pronto-socorro neste período de pandemia da covid-19. Vale lembrar que a telemedicina tem regras específicas a serem seguidas e em caso de dúvidas do profissional, o paciente em teleatendimento deve ser orientado a buscar consulta presencial para avaliação de sinais e sintomas e adoção de medidas terapêuticas necessárias.