Papo de Mãe
» DRA.RENATA RESPONDE

Como cuidar da pele no inverno?

A dermatologista e colunista do Papo de Mãe, Renata Kotscho, responde à dúvida de internauta sobre cuidados da pele no frio

Renata Kotscho* Publicado em 30/05/2022, às 10h40

Nossa pele sente os efeitos das quedas de temperatura e é preciso prestar atenção para mantê-la saudável
Nossa pele sente os efeitos das quedas de temperatura e é preciso prestar atenção para mantê-la saudável

A pergunta de hoje vem da Patrícia, ela tem 40 anos, duas filhas e quer saber quais os cuidados especiais devemos ter com a pele no inverno, como evitar o ressecamento, se proteger e preparar a pele para o verão?

Quando as temperaturas caem, a nossa pele sente. Especialmente quem tem a pele mais seca costuma sofrer com o frio e o vento que ressecam a pele. Por outro lado, esse é o momento ideal para fazer alguns procedimentos estéticos, especialmente aqueles que promovem a renovação da pele.

Sugestão: assista ao Papo de Mãe sobre cuidados com a pele

Via de regra, não existem procedimentos que não podem ser realizados no verão, mas os procedimentos que promovem uma esfoliação mais profunda da pele, como peelings e vários tipo de laser são mais fáceis de serem realizados no inverno, uma vez que quando realizados no verão é mais difícil ficar longe do sol. Isso acontece porque esses procedimentos deixam a pele mais sensível e mais suscetível a manchas se exposta ao sol.

No caso dos dermocosméticos acontece algo semelhante. Não é que os ácidos não possam ser usados no verão, mas precisamos redobrar o cuidado com a proteção solar nessa época, especialmente para quem fica mais tempo exposto ao meio ambiente.

No inverno, o risco desses procedimentos manchar a pele é menor e por isso são mais recomendáveis nessa época do ano. Procedimentos que não promovem a descamação, como Botox ou preenchimento podem ser realizados em qualquer época sem problema.

Como manter a pele hidratada?

Uma forma prática de compensar o ressecamento da pele durante o inverno, que é prejudicado ainda mais pela água quente, é usar um óleo corporal durante o banho. Esse óleo irá repor a oleosidade natural da pele que é retirada pela água quente e “segurar” a umidade da água do banho na pele. 

Eu acho mais prático usar o óleo corporal durante o banho do que aplicar o hidratante depois. Mas não tem um certo ou errado. A principal dica aqui é, se for aplicar o hidratante faça isso ainda com a pele úmida. Isso deixa mais fácil de espalhar e ajuda a manter a umidade da pele após o banho.

Para quem tem a pele sensível ou sofre de rosácea os hidratantes indicados para bebês costumam ser bem aceitos já que os bebês também têm a pele seca, fina e sensível.

Veja também

Para hidratar os lábios, além da manteiga de cacau e manteiga de karité simples, existem hoje no mercado hidratantes labiais que combinam esses ingredientes com FPS, vitaminas e outros agentes antioxidantes ou calmantes, melhorando a hidratação e a saúde da pele nessa região.

Por último e não menos importante, faça chuva ou faça sol, frio ou calor, não dispense o filtro solar. Mesmo no inverno, a exposição solar contínua promove o envelhecimento e aumenta o risco de câncer de pele.

renata kotscho
Renata Kotscho
*Renata Kotscho é médica formada pela Unicamp, especializada em medicina estética pela American Board of Aesthetic Medicine e responde aqui as perguntas das leitoras do Papo de Mãe sobre cuidados com a pele, unhas e cabelos. Mande sua dúvida no Instagram @drarenatakotscho ou no email criado para essa coluna do Papo de Mãe [email protected]

Acompanhe o Papo de Mãe nas redes sociais:

Instagram: @papodemaeoficial l Twitter: @papodemae l Facebook

ColunistasRenata KotschoSaúde